Tutorial / Manual

Onde baixar?

O Moodle pode ser baixado diretamente do seu site principal – http://moodle.org e clicar no link download.

MOODLE

Existem várias versões do Moodle disponíveis para seirem baixadas. O ideal é utilizar a última estável (o primeiro link da relação – Latest Stable Build, pois este pacote possui as últimas modificações feitas e foi testado (é estável para uso).

Caos queira testar novas funcionalidades e até mesmo colaborar utilizando-o, relatando bugs ou até mesmo programando para a plataforma, aconselha-se utilizar a versão beta. Essa versão é desaconselhável para ambientes onde se deseja obter produtividade dos alunos.


Fig. 2 – Download da última versão estável do Moodle

Como instalar?

Para se instalar a plataforma é necessário ter alguns pré-requisitos listados abaixo:
Pré-requisitos para instalação do Moodle

* Um servidor de páginas – preferencialmente Apachehttp://apache.org
* O pré-interpretador de textos PHP http://php.net
* Um servidor de Bancos de Dados – preferencialmente MySQL http://mysql.com

Isso é o que chamamos de tríade ou AMP – Apache, MySQL e PHP – e qualquer combinação desses três elementos em qualquer plataforma é capaz de rodar o Moodle sem problemas adicionais.

Como opcional é recomendável:

* Um cliente de FTP para gerenciamento dos arquivos remotos
* Um gerenciador de bancos de dados, no caso, se for utilizado o MySQL, utilizar o PHPMyAdmin

Com estas ferramentas é possível dar início a instalação da plataforma seguindo os seguintes passos?
Primeiros passos para a instalação do Moodle

1. Baixar o último pacote estável do endereço http://download.moodle.org;
2. Descompactar temporariamente os arquivos em um diretório local (em seu computador);
3. Conectar ao seu servidor remoto (empresa de hospedagem) através de um cliente de FTP e enviar os arquivos contidos no diretório moodle;
4. Acessar o endereço de instalação, geralmente: http://seusite.com.br/moodle (onde seusite.com.br é a URL de seu site);
5. Selecionar o idioma padrão e seguir os passos de instalação;

Os passos de instalação são bem simples, e aconselha-se escolher o idioma português para facilitar o entendimento dos passos.

Em geral, temos os seguintes passos a serem seguidos no processo de instalação automatizada:

1. 1. Escolha do idioma, aconselha-se selecionar Português – Brasil (pt_br)
2. 2. Este passo verifica se o PHP está preparado par receber o Moodle. Todos os passos devem estar verdes, OK.
3. 3. O próximo passo solicita que seja confirmada a URL (endereço) final da instlação do Moodle e requer um caminho para o diretório moodledata, que serve para armazenamento dos arquivos gerados pelo próprio sistema e que devem ser protegidos do acesso público, geralmente coloca-se este diretório em um diretório anterior ao raiz (httpdocs, public_html, www) para evitar que possa ser acessado por quem não deve.
4. 4. Neste passo são solicitadas as informações sobre o Banco de Dados:
* Tipo de Banco de Dados – MySQL
* O endereço de acesso ao Banco de Dados (geralmente é localhost)
* O nome do Banco de Dados
* O nome do usuário que tem acesso a esse Banco
* A senha para acessar o Banco
* O prefixo utilizado nas tabelas do Banco de Dados. Serve para, por exemplo, instalar mais do que um moodle ou aplicativo web em um único Banco de dados (não é recomendável). Costuma-se deixar o valor padrão – mdl_
5. Neste passo o script fará uma série de verificações sobre o Banco de Dados. Caso algum elemento apareça em amarelo, não há porque se preocupar, isso não irá impedir que o Moodle funcione, porém, se algum elemento aparecer em vermelho, cuidado, verifique as mensagens de erro e tente corrigi-las ou entrar em contato com o administrador do sistema.
6. O próximo passo solicita que seja baixado o pacote de idioma Português – Brasil (pt_br) completo. É importante caso queira utilizar a ferramenta com este idioma!
7. É neste passo que é gerado o arquivo config.php, que contém as informações do Banco de Dados e é ele que possibilita que o Moodle seja acessado corretamente.
8. Depois de gerado o arquivo de configuração, o sistema pede que sejam lidas as cláusulas referentes a licença de utilização do script (GNU-GPL), ou seja, o software é livre e pode ser modificado ao seu belo prazer, desde que não fira as cláusulas da licença.
9. No próximo passo o script solicita que sejam lidas algumas informações adicionais sobre a versão atual que está sneod utilizada.
10. Por último o script começa a criar as tabelas para começar a funcionar. Não devem aparecer mensagens de erro nesse processo, que é crucial para o funcionamento do sistema! Se tudo der certo você terá uma mensagem como esta, em verde:

Sucesso
A base de dados foi atualizada com sucesso
Versão de grupos 2007012400
A base de dados foi atualizada com sucesso
11. No próximo passo o script começa a preencher as tabelas criadas com os dados básicos para seu funcionamento. Semelhante ao item anterior, não devem ocorrer erros nesse processo.
12. E é então neste passo é necessário entrar com os dados de acesso da primeira conta do sistema, que é a do Administrador Geral!

Os dados são:
* Nome de usuário – o login do Administrador Geral
* Nova Senha – a senha necessária para este login
* O primeiro nome do administrador
* O sobrenome
* O endereço de e-mail do adminstrador. É para este endereço que irão as correspondências e avisos do sistema.
* Configurações da privacidade do endereço de e-mail
* Verificar se o endereço do e-mail está ativado
* Cidade/Município
* País de origem
* Fusos horário
* Idioma preferido
* Breve descrição sobre o Administrador
* Existe ainda a possibilidade de se enviar uma imagem para ser o Avatar do Administrador
* Opcionalmente também são os dados de página da web, descrição da imagem, comunicadores instantâneos, telefones e endereço físico.

Feito isso faltam agora os detalhes sobre o site e pronto, seu Moodle já está no ar e pronto para receber cursos e alunos!

Como customizar o template?

Um template de Moodle é composto basicamente pelos seguintes elementos:

* Um diretório, que é o nome do Tema;
* Dentro deste diretório, são encontrados os elementos que compõem o tema, propriamente dito:
* O diretório pix (ou images, vai depender de como desejar chamar as imagens do seu tema);
* Arquivos PHP:
o styles.php – Este arquivo contém informações sobre as variáveis de cookies dentre outras. TODOS os temas deve conter uma cópia deste arquivo dentro do diretório;
o docstyles.php – É o arquivo que contém alguns códigos PHP para chamar os estilos e cookies além de ter alguams regras de CSS que são mostradas como prioridade.
o config.php – É o arquivo que carrega as informações necessárias para que o Tema funcione adequadamente. A lista dos arquivos CSS, por exemplo, é descrita neste arquivo assim como
* Arquivos CSS – São estes arquivos que controlam todos os elementos da página, desde os links, cores de textos, posicionamentos, etc… O nome e a quantidade dos arquivos varia de acordo com o desenvolvedor. Pode-se usar um só arquivos para conter todas as informacões.
* No caso, vamos descrever um tema com vários arquivos CSS
o styles_color.css – Aqui pode ir as regras de CSS referentes a cores (de fontes, fundos, etc…) assim, fica fácil criar templates com o mesmo layout e mudar apenas as cores.
o styles_fonts.css – Nesse arquivo podem ir as regras de formatação de fontes, como tipos, tamanhos, variações, etc…
o styles_layout.css – Já neste, podem ir as regras relativas a formatação propriamente dita como colunas, tabelas, formulários, etc…
o styles_tabs.css – E por fim, aqui podem ir os estilos do menu de abas, por exemplo…
* E alguns arquivos HTML, para o cabeçalho e o rodapé. Nestes arquivos HTML é possível customizar alguns elementos como incluir scripts, novos CSS, o favicon (aquele pequenino ícone que apare na barra do navegador), etc…

Limitações na elaboração do template

Apesar de ter uma grande flexibilidade, nem tudo é permitido na hora de customizar o template do Moodle. Existem vários elementos HTMLs que ficam no código o que dificulta sua customização e aumenta o trabalho de manutenção e atualização de versões. A elaboração de um novo template normalmente é feita a partir de mudanças na folha de estilo (CSS), nos arquivos de idioma e nas imagens. Alterações no HTML são sempre evitadas.

FONTE – EXTRAIDO DO SITE http://www.educacaoadistancia.org.br/site/ambientes/moodle/instalacao

4 respostas para Tutorial / Manual

  1. Eduardo Lira disse:

    Boa a explicação.
    Mas o seguinte amigo, depois de todo o processo de criação e updates nas tabelas ele fica no diretório admin/index.php
    O mesmo ocorre quando eu tento entrar no index principal, ele redireciona para admin/index.php
    O que está faltando para eu conseguir entrar na tela principal do meu moodle?
    Será que tem que setar alguma configuração a mais amigo???

    Aguardo resposta

  2. Adriane Consolo disse:

    Olá Eduardo,
    vc tem que ver onde salvou os arquivos do moodle, geralmente é melhor criar uma pasta dentro do seu servidor como nome de moodle, assim para acessar seu moodle fica mais fácil, por exemplo, se seu site é http://www.meusite.com.br apenas colocando uma /moodle automaticamente vc será direcionado para a página incial do seu moodle, ai vc verifica se está tudo instalado normalmente.

    Att,
    Adriane Cônsolo

  3. Eduardo Lira disse:

    Opa Adriane,

    Desde já agradeço a atenção.

    Eu consegui resolver esse problema mas foi assim.
    Primeiro eu estou instalando localmente (localhost).
    Tenho uma versão no meu localhost que já está funcional, mas estava precisando criar outro pois vou fazer umas verificações na versão anterior que estou instalando.
    Nisso eu depurei passo a passo comparando o meu que já está funcional com o que estou instalando e verifiquei uma coisa, que ele faz uma verificação se existe algum curso. Se existir ele segue na index principal, se não ele vai e redireciona para o index do diretório \admin. Lógico que no que estou instalando agora não iria ter nenhuma curso, ai ele ia para index do diretório admin.
    Mas o seguinte, no MOODLE meu que está funcional ele tem 2 cursos que cadastrei, sendo que tem um curso lá com o nome do meu projeto que não pode ser inscrito e não é exibido para se inscrever.
    Peguei esse já funcionando sabe.
    Nisso eu peguei esse registro e coloquei no meu que não estava funcionando ai conseguiu entrar.
    Sendo que quando eu me logo ele não mostra os menus principais, tipo menu de cadastrar cursos, categorias, ver relatórios….
    Tem alguma idéia?
    Tem que setar algum tema para me mostrar a parte de administração?
    Estou sem ter acesso a nenhuma funcionalidade do moodle.

    Aguardo resposta

  4. […] descrevemos como instalar o moodle, muito bem ele está lá prontinho para ser usado e agora, por onde […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: